domingo, 30 de agosto de 2009

DEUS NÃO EXISTE.


Sim! Deus não existe.
Verdade seja dita.
Não vamos mentir. Vamos contar a verdade:

Deus, de fato, não existe. Jamais existiu, pois Deus É!

Existência pressupõe início. Existência pressupõe uma não existência anterior à existência. Deus jamais teve um início, portanto, Ele não existe. Ele simplesmente É.

Se Deus existisse, Ele teria sido criado de algo, do anterior a Deus, para que Ele pudesse vir a existir. Seria o deus de Deus. Mas não há nada antes. Deus não está na esfera do existível ou do inexistível. Deus não existe nem sequer deus inexiste, posto que Ele simplesmente É.

Conforme os astrônomos, o Universo “nasceu” há 13 bilhões de anos... Nem sei o que são 13 bilhões de anos... Se a ciência diz que o Universo nasceu, pressupõe-se que ele não existia e que este infinito foi criado de algo, do algo-anterior. Assim podemos inferir que talvez existam outros universos infinitos sendo criados neste momento e outros sendo extintos. Infinitos de infinitos que existem e inexistem. Deus não cabe nos universos, pois Ele não existe, assim como os universos existem. Deus É! Ele é Deus, nada mais, nada menos.

Não há como provar a existência de Deus, pois ao prová-la nós o negaríamos, já que se Ele existe, significa que foi criado, se foi criado, não mais é Deus, mas um ser criado por outro ser-deus de Deus.

Querer provar a existência de Deus é, além de ridículo, um tipo de negação ao próprio Deus, posto que Ele não existe, mas É. Querer dissertar sobre a não existência de Deus é igualmente ridículo e inútil, posto que o próprio Deus jamais disse existir. A existência ou não de Deus está presente apenas na limitada mente humana, que existe e por isso não consegue quebrar o paradigma da existência ou não-existência, posto estar acostumada ao tangível, ao provável. Os Deuses das religiões são invenções humanas, já que estes existem, mesmo que nas mentes. Muitas vezes até o Cristianismo sofre desta miopia. A existência pressupõe início e fim, portanto, pressupõe o fator tempo. Mas como Deus não existe, Ele está fora desta linha do tempo, pois Ele apenas É. Ele assiste ao tempo, estando fora deste, posto ser o tempo uma criação Dele. Se Deus existisse, Ele estaria dentro do tempo, que é uma criação, portanto Ele teria sido também criado pelo deus de Deus, o que seria uma negação de Deus.

Jesus jamais quis provar a existência de Deus.

Em seu encontro com Deus, relatado no terceiro capítulo de Êxodo, Deus diz a Moises:

“EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós.”

Ele É!

Nele tocamos pela fé. Nada mais!


_______________________



Um filme extraído do YouTube sobre motores moleculares



sábado, 29 de agosto de 2009

CONSELHOS DE MARY SCHMICH



Este texto, que está traduzido para o português, pode ser visto no filme abaixo na versão original com uma trilha sonora sensacional.

Nunca deixem de usar filtro solar.


"Se eu pudesse dar só uma dica sobre o futuro seria esta: use filtro solar. Os benefícios a longo prazo do uso de filtro solar estão provados e comprovados pela ciência. Já o resto de meus conselhos não tem outra base confiável além de minha própria experiência errante. Mas agora eu vou compartilhar esses conselhos com vocês...

Aproveite bem, o máximo que puder, o poder e a beleza da juventude. Ou então, esquece. Você nunca vai entender mesmo o poder e a beleza da juventude até que tenham se apagado. Mas pode crer, daqui a vinte anos, você vai evocar as suas fotos e perceber de um jeito que você nem desconfia hoje em dia quantas, tantas alternativas se escancaravam à sua frente. E como você realmente estava com "tudo em cima". Você não está gordo, ou gorda.

Não se preocupe com o futuro. Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que "pré-ocupação" é tão eficaz quanto mascar chiclete para tentar resolver uma equação de álgebra. As encrencas de verdade em sua vida tendem a vir de coisas que nunca passaram pela sua cabeça preocupada, que te pegam no ponto fraco às quatro da tarde de uma terça-feira modorrenta.

Todo dia enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade.

Cante.

Não seja leviano com o coração dos outros, não ature gente de coração leviano.

Use fio dental.

Não perca tempo com inveja. Às vezes, se está por cima; às vezes, por baixo... A peleja é longa e, no fim, é só você contra você mesmo.

Não esqueça os elegios que receber, esqueça as ofensas. Se conseguir isso, me ensine.

Guarde as antigas cartas de amor. Jogue fora os extratos bancários velhos.

Estique-se.

Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida. As pessoas mais interessantes que conheço não sabiam aos 22 o que queriam fazer da vida. Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem.

Tome bastante cálcio. Seja cuidadoso com os joelhos: você vai sentir falta deles.

Talvez você case, talvez não. Talvez tenha filhos, talvez não. Talvez se divorcie aos 40, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante. Faça o que fizer, não se auto-congratule demais e nem seja severo demais com você. As suas escolhas têm sempre metade das chances de dar certo. É assim para todo mundo.

Desfrute de seu corpo, use-o de toda maneira que puder mesmo. Não tenha medo de seu corpo ou do que as outras pessoas possam achar dele. É o mais incrível instrumento que você jamais vai possuir.

Dance... Mesmo que não tenha onde, além de seu próprio quarto.

Leia as instruções, mesmo que não vá segui-las depois. Não leia revistas de beleza. Elas só vão fazer você se achar feio.


Dedique-se a conhecer os seus pais. É impossível prever quando eles terão ido embora, de vez. Seja legal com os seus irmãos. Eles são a melhor ponte com o seu passado e, possivelmente, quem vai sempre mesmo te apoiar no futuro.

Entenda que amigos vão e vêm. Mas nunca abra mão de uns poucos e bons. Esforce-se de verdade para diminuir as distâncias geográficas e destinos de vida, porque quanto mais velho você ficar, mais você vai precisar das pessoas que conheceu quando jovem.

More uma vez em Nova Iorque, mas vá embora antes de endurecer. More uma vez no Havaí, mas se mande antes de amolecer. Viaje.

Aceite certas verdades inescapáveis: os preços vão subir, os políticos vão saracotear, você também vai envelhecer. E quando isso acontecer, você vai fantasiar que quando era jovem os preços eram razoáveis, os políticos eram decentes e as crianças respeitavam os mais velhos.

Respeite os mais velhos.

Não espere que ninguém segure a sua barra. Talvez você arrume uma boa aposentadoria privada, talvez case com um bom partido, mas não esqueça que um dos dois pode, de repente, acabar.

Não mexa demais nos cabelos, senão quando você chegar aos 40, vai aparentar 85.

Cuidado com os conselhos que comprar, mas seja paciente com aqueles que os oferecem. Conselho é uma forma de nostalgia. Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo, repintar as partes feias e reciclar tudo por mais do que vale.

Mas no filtro solar, acredite!"



sexta-feira, 28 de agosto de 2009

SINCERIDADE: É ISTO QUE DEUS DESEJA DE VOCÊ.


O jornal italiano Corriere della Sera publicou em sua edição eletrônica de fim de semana uma enquete muito divertida. Trata-se de opinar sobre o relacionamento das crianças italianas com o Menino Jesus. Os leitores devem escolher entre frases tiradas do livro: "Caro Gesù: la giraffa la volevi proprio così o è stato un incidente?" (Querido Jesus, a girafa você queria assim mesmo ou foi um acidente?), recém-lançado pela editora Sonzogno. É uma amostra do que elas costumam escrever nas redações da escola, nas aulas de catecismo e em bilhetinhos de final de ano.

Na Itália, o Papai Noel não toma conta do imaginário infantil e Gesù Bambino é um poderoso concorrente do bom velhinho nórdico. Escolha você também a sua frase preferida.

"Querido Menino Jesus, todos os meus colegas da escola escrevem para o Papai Noel, mas eu não confio naquele lá. Prefiro você." (Sara)

"Querido Menino Jesus, obrigado pelo irmãozinho. Mas na verdade eu tinha rezado pra ganhar um cachorro." (Gianluca)

"Querido Jesus, por que você não está inventando nenhum animal novo nos últimos tempos? A gente vê sempre os mesmos." (Laura)

"Querido Jesus, por favor, ponha um pouco mais de férias entre o Natal e a Páscoa. No meio, agora está sem nada." (Marco)

"Querido Jesus, o padre Mário é seu amigo ou você conhece ele só do trabalho?" (Antonio)

"Querido Menino Jesus, por gentileza, mande-me um cachorrinho. Eu nunca pedi nada antes, pode conferir." (Bruno)

"Querido Jesus, talvez Caim e Abel não se matassem tanto se tivessem um quarto pra cada um. Com o meu irmão funciona." (Lorenzo)

"Querido Jesus, no Carnaval eu vou me fantasiar de diabo, você tem alguma coisa contra?" (Michela)

"Querido Jesus, eu gosto muito do padre-nosso. Você escreveu tudo de uma só vez, ou você teve que ficar apagando? Qualquer coisa que eu escrevo eu tenho que refazer um monte de vezes." (Franco)

"Querido Jesus, você é invisível mesmo ou é só um truque?" (Giovanni)

"Querido Jesus, na minha opinião, é impossível existir um Deus melhor do que você. Bom, eu só queria que você soubesse, mas estou te dizendo isso não é porque você é Deus." (Valerio)

"Querido Jesus, em vez de você fazer as pessoas morrerem e aí criar novas pessoas, por que você não fica com as que já tem?" (Marcello)

"Querido Jesus, se não tivesse acontecido a extinção dos dinossauros não ia ter lugar para nós, você fez muito bem." (Maurizio)

"Querido Menino Jesus, não compre os presentes na loja embaixo do prédio, a mamãe diz que eles são uns ladrões. Muito melhor no super." (Lucia)

"Querido Jesus, nós estudamos na escola que Thomas Edison inventou a luz. Mas no catecismo dizem que foi você. Pra mim ele roubou a sua idéia."(Daria)

Jesus disse que o Reino dos Céus pertencem às crianças e que se nós quisermos fazer parte deste Reino, devemos ser como elas!

Seja sempre muito sincero quando conversar com Jesus.

_______________________________________


O cara do filime abaixo foi muuuuito sincero com relação às suas intenções... Com ambas as moças... Hahahaha!

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

QUASE FELIZ OU QUASE INFELIZ?

Este lindo curta-metragem do meu amigo Jimi Figueiredo começa com uma frase sensacional:

"Renata era quase feliz, ou quase infeliz, já não lembrava."

Numa análise existencial, a maioria das pessoas se encontram em situação semelhante.

O filme dura uns 10 minutos e é "cinema-arte". Quem não curte este g~enero cinematográfico, melhor que não assista pois as chances de não gostar são enormes. Para quem curte, curta este curta.

Pequena Fábula Urbana from Notoriall on Vimeo

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

NÃO PERCA AS OPORTUNIDADES




Deus nos dá muitas oportunidades na vida, mas muitas vezes nós não as abraçamos.

Temos o livre arbítrio para escolher entre o bem e mal.

O sábio e o idiota.

O certo e o errado.

Temos livre arbítrio.

Já disseram que a vida é feita de escolhas e também já disseram que todas elas têm 50% de chances de darem certo ou errado. Portanto, qual chave devo apanhar? Qual porta devo abrir?

Deus nos dá oportunidades, mas cabe a nós fazermos algo com elas.

Você pode optar casar-se ou não com aquela pessoa que você escolheu.

Separar-se dela ou não.

Viajar ou não.

Fazer administração ou teologia.

Ser funcionário público ou da iniciativa privada...

Quais serão as melhores escolhas?

Na Bíblia encontramos a seguinte frase:

“AO HOMEM QUE TEME AO SENHOR,

ELE O INSTRUIRÁ

NO CAMINHO QUE DEVE ESCOLHER.”

Salmo 25.12.

Ou seja, a escolha é nossa, mas podemos contar com a ajuda Dele nos críticos momentos de escolhas. De fato, escolher é muitas vezes uma crise existencial.

Neste filme abaixo, muito engraçadinho, o protagonista aproveitou muito bem a oportunidade que a vida deu a ele.

Não perca as oportunidades que aparecerem para você, pode ser que elas não voltem jamais.

Existem oportunidades que são únicas. Peça a Deus orientação para Ele te instruir o caminho que você deve escolher.

Ore e não mais tenha medo de arriscar-se, pois é melhor arrepender-se por ter feito, do que arrepender-se por não ter feito, pois, no primeiro caso, mesmo que dê errado a sua escolha, você ao menos tentou e usou os seus 50% de chances de acerto ou de erro. Mas se você não se arriscar e não fizer, o arrependimento poderá ser insuportável, posto que jamais saberá se aquela era uma boa ou uma má oportunidade - sofrerá o remorso da possível perda por muito tempo.

Mas, mesmo que você tenha perdido oportunidades, não se desanime, olhe para a frente, com esperança, posto que (não aquela já perdida, mas) alguma outra oportunidade inusitada poderá passar pela sua frente. Se você estiver perdido em lamentações do passado, poderá novamente perder outras oportunidades, por não exergá-las.

Sobretudo peça a Deus para te ajudar em suas escolhas, certamente "Ele o instruirá no caminho que deve escolher".

video


NÃO FIQUE PERDIDO PELA VIDA.

TEMA A DEUS,

ASSIM ELE VAI INSTRUIR QUAL CAMINHO

VOCÊ DEVE ESCOLHER


quarta-feira, 5 de agosto de 2009

DENTRO DE MIM MORA UM ANJO?




Você não merece ser perdoado pelos seus pecados.
Você faz muitas coisas erradas.
Você mente.
Muitas vezes você é dissimulado. Às vezes você acredita em suas mentiras, criando suas próprias verdades e crendo que poderá ser feliz com elas.

Um dissimulado, elogia seu chefe sem realmente gostar dele.
Egoísta, pois quer que seu parceiro te satisfaça sexualmente, mas se ele ou ela não estiverem muito confortáveis com aquilo: dane-se!
Um trapaceiro, já que o carro que você vendeu não estava tão bom quanto você alardeou.
Um interesseiro, que se relaciona com as pessoas de olho nos benefícios que serão colhidos e não nos auxílios que serão prestados.
Mas você disfarça bem ... Muito bem... Ninguém nem nota! Nem eu noto. Você consegue manter uma aura de santidade e camaradagem. Um sorriso amigo ou uma tristeza carente, dependendo do que a necessidade imponha. Algumas vezes você não percebe tanto que esta agindo assim, mas muitas vezes seus gestos são premeditados e suas falas, caras, bocas e lágrimas são pecaminosamente articuladas. Parabéns! Mas você não merece ser perdoado.

Pensam que você é bom, mas você e eu sabemos que você não é bom. Saiba que você é assim porque você é um humano. Impossível você ser de outra forma. Você erra, mente, mata, finge, trai o seu cônjuge e sua família, mas Ele te ama assim mesmo. Ele te perdoa continuamente.

Você não merece! Você não merece mesmo! Mas Ele é bom demais... Aliás, Ele é mais que bom: Ele é amor! Incondicional! Incompreensível. In-tudo.

Se você está esperando ser uma pessoa boa para se aproximar Dele ou merecer algo, desista: isto jamais acontecerá!

Mas Ele te perdoa assim, sem merecimento.
Ele te perdoa assim como você é.
Ele te ama desesperadamente.
Ele te busca pelas madrugadas.
Ele te chama.
Ele te livra dos seus erros.
Ele perdoa seus erros e te espera para te abraçar e te beijar.
Ele te quer.

Ele não te quer do jeito que você deveria ser, porque você jamais será do jeito que você deveria ser.
Ele te quer do jeito que você é e te ama e salva de graça, não por você ser alguém bom, mas por Ele ser tudo! Será que você pode compreender a força do amor Dele? Não a nada que você possa fazer para comprá-lo... Nada! Nenhum sacrifício seu irá comprá-lo. Nenhuma promessa sua irá dissuadi-lo a te abençoar ou te livrar do mal. Nada.

Mas apesar de você não poder fazer nada para comprá-lo, não se preocupe, foi Ele que já te comprou. Foi Ele que teve a iniciativa de te buscar do jeito que você é... E te amar! Do jeito que você é. O filho Dele, Jesus, morreu por você assim mesmo. Do jeito que você é. Jesus não morreu por quem você deveria ser, mas por quem você é, assim, cheio de segredos sujos, escondidas e guardado, os quais você não revela nem mesmo para o espelho.

Por gratidão, apenas aceite e creia e viva livre e viva feliz e viva sorrindo e viva de bem consigo mesmo, com a vida, com seus amigos, vizinhos e, sobretudo, vivos de bem com Ele, pois Ele te quer desesperadamente, a tal ponto de entregar Jesus, seu único filho para ser massacrado, torturado, humilhado, rasgado, pisado, ofendido, detonado... Para que você não precise sofrer o que você realmente merece.
Mas Ele te dá o que você não merece. Creia.
Jesus morreu pelos seus erros, portanto, relaxe e curta a vida!

Assinado: Você mesmo!

terça-feira, 4 de agosto de 2009

REVOLUÇÃO DE AMOR



Jesus Cristo foi um revolucionário - o maior e mais completo revolucionário que este mundo já conheceu. Não um revolucionário político, mas um revolucionário espiritual. E eu acredito que o Cristianismo é uma ‘revolução de amor’, uma revolução que o Espírito Santo deseja trazer em nossos corações e vidas à medida em que ele muda radicalmente o nosso modo de pensar e agir. Estou convencido de que não há nada mais importante do que isso no mundo inteiro.
Ao olharmos o estado da igreja ao redor do mundo e o estado dos cristãos hoje, é fácil ficar desanimado. Procuramos discipulado; procuramos aqueles que estão trabalhando juntos em unidade, em oração, em poder… e encontramos disputas e divisões, complacência e mediocridade.


Muitas pessoas estão perguntando: ‘Por que a igreja está em tal estado? Por que o Cristianismo hoje causa tão pouco impacto?’Algumas pessoas pensam que de algum modo temos tido falta de algum ensino essencial ou experiência, e se tão somente pudêssemos redescobrir este segredo através de novas reuniões ou livros, libertação e restauração seriam novamente trazidas para a igreja.Agora, me parece que não seria muito justo da parte de Deus guardar em segredo o ingrediente mais básico para a efetividade cristã. E, de fato, eu não acredito que este ingrediente seja nenhum segredo. Vejamos Gálatas 5.22-26:


Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito. Não sejamos presunçosos, provocando uns aos outros e tendo inveja uns dos outros.


O fruto do Espírito é amor. Mas o que a Bíblia quer dizer por amor? Em 1 João encontramos uma definição clara e simples: Deus é amor.Em outras palavras, amor verdadeiro vem de Deus… não existe fora dele. Sabemos que Deus é Um. Sendo assim, não podemos pensar em Deus Pai sem pensar em amor; não podemos pensar no Senhor Jesus Cristo sem pensar em amor; não podemos pensar no Espírito Santo sem pensar em amor. Não há separação. Deus não envia amor. Ele não produz amor. Deus é amor.


Agora isso parece ser uma declaração bem simples, mas estou convencido de que somente uma percentagem extremamente pequena de crentes tem realmente abraçado essa verdade.
Este é, eu creio, o ingrediente básico que está em grande falta no Cristianismo hoje, e a falta deste ingrediente é a fonte da maioria dos nossos problemas. É o câncer que está devorando a igreja, mas não é nenhum segredo. Na verdade, não tem nada de segredo nisso visto que está escrito em quase todas as páginas do Novo Testamento. E, no entanto, pelo fato de nossos corações serem tão frios e duros, e porque somos tão egoístas, não podemos ver (ou não acreditamos mesmo) que a mensagem básica do Novo Testamento é o amor!Estou absolutamente convencido de que a maioria de nós perde essa mensagem tão óbvia e mais frequentemente repetida, mesmo quando estamos lançando grande ênfase sobre o que é uma interpretação ‘ortodoxa’ da Bíblia; sobre o que é “ensinamento bíblico.’Bem, eu gostaria de perguntar: ‘O que é ensinamento bíblico?’ Temos grandes discussões sobre a Segunda Vinda, o significado da crucificação, sobre a Igreja, o Espírito Santo, e por ai vai. Mas e sobre amor e humildade e quebrantamento? Estes geralmente vão `a uma categoria separada, mas eu que dizer-lhe que se o seu ensinamento não inclui amor, humidade e quebrantamento, então seu ensinamento não é bíblico.


Há milhares, até mesmo milhões de pessoas que reivindicam ser ‘cristãos ortodoxos’ porque se agarram a certas doutrinas de acordo com a Bíblia. Eles estão conscientes de que não praticam muita humildade, mas não pensam que isso os torne menos ortodoxos. Eles estão conscientes de que não amam verdadeiramente outros cristãos (especialmente aqueles que são diferente deles), mas isso não os leva a pensar que seu ensinamento não seja bíblico.


Eles podem admitir que não sabem nada sobre servir os outros e considerar os outros melhores do que si mesmos e, no entanto, eles se consideram crentes na Bíblia e cristãos ortodoxos.
Eles não poderiam estar mais errados! Isso não é Cristianismo, mas um falso Cristianismo - pensar que podemos ser ortodoxos sem ter humildade, pensar que podemos nos chamar de cristãos crentes na Bíblia ainda que nossas vidas não demonstrem amor ou outros frutos do Espírito. De fato, creio que este é o maior erro que já atingiu a igreja de Jesus Cristo!
Ensino não pode ser divorciado da vida prática. Não podemos ver Jesus Cristo como algum tipo de personalidade dividida, parcialmente doutrinária e parcialmente moral, tentando trazer duas esferas separadas de verdade em nossas mentes. Ele não está em uma ocasião tentando satisfazer nossa curiosidade intelectual nos ensinando coisas sobre Deus, e num exercício separado preenchendo nossa necessidade moral tentando nos tornar mais como o caráter de Deus. Você não pode ter um correto entendimento de Deus sem desejar viver de um modo que agrade a Deus.


‘Oh,’ alguém diz, ‘tem um bom crente evangélico… ele tem um entendimento muito bom da Bíblia. Ele não tem muito amor pelos outros e não é muito humilde, mas ele certamente entende a Bíblia.’ Eu digo a você, ele não entende a Bíblia se ele não ama outros cristãos. O que lemos em 1 João 4.8? ‘Quem não ama não conhece a Deus.’


Não existe nenhum ensino mais bíblico do que o amor, e sem o amor não há ensino bíblico. O amor é o alicerce de todos os outros ensinamentos bíblicos, e você não pode construir um edifício de verdades bíblicas sem esse alicerce.


Contribuição: George Verwer

domingo, 2 de agosto de 2009

MORALISMO NÃO É SANTIDADE.



Grande foi o número de acessos ao filme abaixo denominado “Festança”, no qual uma galera entra animadamente para o casamento. Dentre as muitas manifestações recebidas, uma em especial me chamou atenção. Um leitor, que não irei identificar, achou aquilo inadequado e comentou que “só faltou stripper” naquele casamento. Ou seja, segundo os seus valores, aquela “festança” estava mais para reunião de prostíbulo do que para casamento.

Infelizmente muitas pessoas tem dificuldade em compreender Deus e as coisas de Deus.
Para estas pessoas Deus não é bom, mas é mal.
Deus não é feliz, mas carrancudo.
O Deus destas pessoas não ri. (Parece mais um diabo iracundo do que um Deus de amor...)

As cerimônias de casamento e as festas que as comemoram variam de tempos em tempos, de culturas para culturas, de épocas para épocas. No tempo de Jesus, na Palestina, uma festa de casamento durava 3 a 4 dias... As distâncias eram enormes e as pessoas viajavam às vezes dias para um casamento e ficavam no destino por algum tempo. As “cerimônias religiosas” dentro de templos – como conhecidas atualmente - é um hábito que surgiu no período medieval e tem perdurado por muito tempo. Mas tudo isto é cultural, temporal e terreno. A forma da cerimônia pouco importa para Deus, mas o que importa é o coração dos noivos. O que contamina não é o que entra, mas o que sai. O que importa é o coração cheio de amor sincero e sem julgamentos.

Não se pode confundir santidade com “moralismo”. Santidade é divino e está relacionado ao coração do homem. “Moralismo” é mundano e está relacionado ao comportamento social. Um homem moralista nem sempre é santo, mas um homem santo, certamente terá uma moral elevada. Moralismo é lei humana. Lei mata. Lei julga.

Fico me lembrando de alguém que também foi criticado e chamado de sem-vergonha porque, assim como os noivos e padrinhos do filme abaixo, estava muito feliz e dançando demais, de uma forma considerada extravagante para os padrões morais de sua época. Mas, logo que foi criticado por uma pessoa mal-humorada, O Rei Davi disse que dançou e continuaria dançando para o Senhor.
Dança pode ser louvor (como pode ser sensualidade).
Música pode ser louvor (como pode ser auto-exaltação).
Pregar um belo sermão pode ser louvor (como pode ser um exercício de vaidade).
Ter cargos na Igreja pode ser louvor (como pode ser arrogância).
Ir à Igreja para um culto pode ser louvor (como pode ser tradição familiar mundana e carnal).
Tudo pode ser louvor ou carnalidade, dependendo apenas do estímulo.

Nunca vamos nos esquecer que as pessoas sérias não herdarão o Reino de Deus (Não entendeu? Clique aqui e saiba por quê.)

________________________________________


E com tem gente bem-humorada para tudo, vejam agora este segundo filme, que é uma sátira que fizeram ao anterior. Este é o “divórcio” do casal e, assim como no casamento, no divórcio os advogados entram no tribunal também dançando e dando um show... Hahahah!


video